2 de janeiro de 2015

Luminâncias



Em meio as árvores de grandes copas, sussurrava a natureza. 
O sol queimava cada pedaço de ser vivo, tocando suave com luz ardente e deixando evaporar as gotículas de água.
Tudo sublime demais.
O canto dos grilos morrendo, dos pássaros fazendo seus ninhos, das formigas carregando dez vezes o seu peso. 
As flores iam murchando por conta do calor e o som disso tudo ia contagiando o ambiente todo. 
Deixa ver quais as cores te fazem sorrir.
Os sabores dos frutos, os cheiros dos temperos que aguçam sua fome de viver.
As cores dos sentimentos profundos...
Colore a vida num sonho.
Deixando as luminâncias tingirem sua alma.

Nenhum comentário: